Novo galpão logístico de fármacos exige rigoroso controle de climatização

Obras do empreendimento atenderam várias especificações para armazenar produtos farmacêuticos

 

Um novo centro irá atender a área de healthcare (produtos farmacêuticos) da Luft Logistics. O empreendimento da Logbras foi desenvolvido à empresa de logística na modalidade built-to-suit.

A Luft já possuía um moderno galpão logístico de healthcare em Itapevi (SP), mas precisou ampliar as operações. Então, buscou novo espaço no município vizinho de Cabreúva.

O novo centro logístico, de 33.137,85 m² de área construída, teve sua obra concluída em abril – após 12 meses de trabalhos. 

O grande diferencial do projeto foi implantar um centro climatizado para receber produtos farmacêuticos, com capacidade para manter a temperatura interna controlada, equalizada em todo o ambiente, em até 24° C, para garantir a integridade dos produtos armazenados.

Richard Gentil, diretor de Negócios da Engineering, empresa gerenciadora da construção do empreendimento, afirma que é preciso manter a temperatura variando no máximo 1° C em todo o ambiente do galpão logístico. “Não pode ter diferença de temperatura, nem condensação ao longo do sistema”, afirma.

Gerson Pigatto, engenheiro e coordenador de obras da gerenciadora, explica que foi aplicada facefelt (lã de vidro) não somente na cobertura, como é comum em centros logísticos, como também nas paredes laterais, para melhor controlar a temperatura.

Além disso, a facefelt utilizada possui três polegadas de espessura – uma polegada a mais do que o padrão de condomínios logísticos. “A telha tem muita condutibilidade de transmissão de calor e, por conta disso, necessita-se ter bom isolamento no ambiente”, diz.

A questão da climatização é tão importante que estavam programados o comissionamento do centro logístico sem e com produto armazenado. “O projeto foi voltado para esse escopo. É necessário garantir estanqueidade para se ter clima igual em todos os lugares do espaço”, aponta.

Por conta disso, o sistema de climatização é robusto. Na cobertura foram instaladas 30 máquinas que geram um total de 1.080 TRs. Tubulações espalhadas por toda a cobertura até os extremos da edificação climatizam o ambiente de maneira uniforme.

A climatização reúne condicionamento de ar, ventilação mecânica e exaustão. A Luft ainda irá instalar 5.200 sensores que monitorarão a temperatura dentro do ambiente.

Nas docas para carga e descarga, foram instalados dock shelters, sistema que se acopla à traseira do caminhão, evitando a entrada de ar de fora para o ambiente climatizado do centro logístico. Vale lembrar que caminhões de transporte de produtos farmacêuticos também têm temperatura interna controlada.

No novo centro logístico de Cabreúva, existem 46 docas, além de grandes portões nos extremos para acessos de caminhão para dentro do empreendimento, se necessário.

No empreendimento, foi instalada uma subestação de 2 mil kVA, e quatro geradores de 500 kVA cada para uso em caso de emergência. “É importante essa estrutura de energia, porque precisamos ter o sistema de climatização funcionando 24 horas ao dia”, ressalta o engenheiro Gerson.

A edificação foi também projetada para não ter frestas na estrutura, para evitar a entrada de impurezas ou algum tipo de animal.

 

Outras características

O centro conta com um mezanino que se estende por uma das laterais – onde se instalará a administração — e na frente — onde será usado para armazenagem de carga menor.

Além dos tradicionais refeitórios, espaço de lazer, portaria e vestiários, o centro também possui área de apoio aos motoristas ao lado da entrada, já que o galpão logístico terá funcionamento 24 horas por dia, sete dias por semana.

 O empreendimento é de estrutura pré-fabricada de concreto convencional, com fechamento lateral com painéis e parede de alvenaria (fechamento misto). 

O piso do galpão possui resistência de 6 t/m² de carga. De acordo com a Engineering, houve cuidados especiais na execução do piso para evitar abrasão, trinca e fissura.

O piso possui 15 cm de espessura, com adição de fibras em cantos e pontos de movimentação de carga, telas armadas e barras de transferência.

“O piso é ponto crítico de um centro logístico. É preciso manter a planicidade e nivelamento. Em geral, faz-se junto com a cobertura por conta do prazo, o que aumentam as dificuldades de execução. O piso tem que garantir performance e costuma ser um ponto da curva de custo de um empreendimento desse tipo”, analisa Richard Gentil.

Foi construída uma via de 1,5 km, a partir da Rodovia Dom Gabriel Paulino Bueno Couto (SP-300), no trevo do km 82 da estrada, para acesso ao centro logístico.

O empreendimento faz parte da fase 1 do projeto da Logbras. A área total do terreno é de 171.537 m², e prevê-se a construção de dois outros centros logísticos, além do locado à Luft em contrato de 20 anos.

A obra contou com 300 operários no pico. 

O empreendimento seguiu padrões de sustentabilidade na construção e deve obter certificação Leed.

 

Ficha Técnica – Centro Logístico
da Luft Logistics em Cabreúva (SP)

- Empreendimento: Logbras

- Gestor: TRX

- Projeto: A.Dell’Agnese Arquitetos Associados

- Gerenciamento, fiscalização e planejamento: Engineering

- Construtora: PW Construções

- Pré-fabricado: SB Pré-fabricado

- Instalação eletromecânica: Girotto 404 Engenharia e Montagens

- Projeto e instalação de climatização: Termotec

- Cobertura metálica: Medabil

- Projeto de piso: Monobeton

- Piso (execução): Pisoplan Soluções de Concreto

- Fundação: Cortesia

- Terraplenagem: Terpav Engenharia

- Sondagens: Sondap

- Consultoria de sustentabilidade: Otec

- Portão das docas: Inovadoor

- Plataforma das docas: Cargomax

 





Publicidade
  • nacional
  • Anuncie interna

Apoio:

Rua Paes Leme, 136 / Pinheiros - Cj. 1005 / Cep: 05424-150 / São Paulo/SP / Fone: (11) 3895-8590 / contato@tecnologiadoconcreto.com.br

A republicação e divulgação de conteúdos públicos são permitidas, desde que citados fonte, título e autor. No caso dos conteúdos restritos, não é permitida a utilização sem autorização do responsável. É totalmente livre a citação da URL do Portal (http//www.tecnologiadoconcreto.com.br) em sítios e páginas de terceiros.
© 2014 - Tecnologia do Concreto - Todos os direitos reservados.
Tendenza Tecnologia