Fábrica da Supremo Cimento em Adrianópolis (PR) inicia operação

A Supremo Cimento, com sede em Pomerode (SC), inaugurou fábrica no município de Adrianópolis, no norte do Estado do Paraná, divisa com o Estado de São Paulo. Com investimento de R$ 700 milhões, a segunda unidade de produção da companhia no Brasil deverá atingir 100% de capacidade produtiva em 2017, quando se prevê chegar ao volume de 1,7 milhão de t/ano.

Fundada em Pomerode, em 2003, a Supremo Cimento conta atualmente com 500 colaboradores e capacidade de produção de 400 mil t/ano. No ano passado, faturou cerca de R$ 200 milhões. Com a entrada em operação da unidade de Adrianópolis, a empresa aumentará sua capacidade para 2,1 milhões de t/ano.

Segundo a empresa, além de desafogar sua fábrica de Pomerode, quase no limite de sua capacidade produtiva, a planta do Paraná vai permitir maior proximidade com os clientes paranaenses e com os do Estado de São Paulo. É na cidade de Adrianópolis também que está localizada a jazida de calcário da companhia cimenteira catarinense.

A nova fábrica ocupa 25 ha de um terreno com área total de 94 ha no parque industrial de Adrianópolis. A obra demorou três anos para ser concluída e empregou 1.500 funcionários. A construção da planta consumiu 60 mil m³ de concreto, 6,6 mil t de aço de construção e 10 mil t de aço em equipamentos e estruturas metálicas.

De acordo com o gerente de projetos da Supremo Cimento, Flávio Gouvêa Avelar, um dos principais desafios da obra foi chegar a um layout compacto e racionalmente energético, além de empregar os equipamentos com a melhor tecnologia e eficiência. “A fábrica é hoje a mais moderna em termos de eficiência energética e com o maior cuidado com o meio ambiente no Brasil”, afirma.

Avelar ressalta ainda as técnicas construtivas empregadas na obra da nova fábrica da Supremo Cimento. “Desenvolvemos projeto de fundações diretas, utilizamos concreto com alta resistência e fluidez e formas deslizantes e trepantes”, lembra. Segundo ele, todo o concreto utilizado foi fornecido pela fábrica da Supremo Cimento, em Pomerode, a cerca de 300 km de Adrianópolis.

A construção civil ficou a cargo da CMP Construções, as montagens industriais foram desenvolvidas pela Tecnomont Montagens Mecânicas, SMA Montagens Elétricas, entre outras. O gerente de projetos da Supremo Cimento também cita a participação de empresas internacionais, como a FLSmidth (Dinamarca e Estados Unidos), Secil (Portugal), MAG e Pfister (Alemanha), e empresas internacionais com presença no Brasil, como as ABB, WEG, Eletele e a Rockwell, para o sucesso do empreendimento.

Em 2011, 50% do capital da Supremo Cimento foi adquirido pelo grupo português Secil. Segundo maior produtor de cimento de Portugal, o grupo Secil também tem atuação em Angola, na África, e no Líbano, no Oriente Médio.

Ficha Técnica
Fábrica Supremo Cimento

 

- Investimento: R$ 700 milhões

- Localização: Adrianópolis (PR)

- Área do terreno: 94 ha

- Início da obra: 2012

- Conclusão da obra: 2015

- Construção civil: CMP Construções

- Fornecimento de concreto: Supremo Cimento

- Montagem mecânica: Tecnomont Montagens Mecânicas

- Montagem elétrica: SMA Montagens Elétricas

- Equipamentos principais da fábrica: FLSmidth (Dinamarca e EUA)

- Projetos e consultoria: Secil (Portugal)

- Redutores de velocidade: MAG (Alemanha)

- Balanças dosadoras: Pfister (Alemanha)

- Paineis elétricos e inversores de frequência: ABB 

- Subestação kV, motores e painéis de controle: WEG

- Reostatos de partida: Eletele

- Controles, painéis e software: Rockwell

 





Publicidade
  • nacional
  • Anuncie interna

Apoio:

Rua Paes Leme, 136 / Pinheiros - Cj. 1005 / Cep: 05424-150 / São Paulo/SP / Fone: (11) 3895-8590 / contato@tecnologiadoconcreto.com.br

A republicação e divulgação de conteúdos públicos são permitidas, desde que citados fonte, título e autor. No caso dos conteúdos restritos, não é permitida a utilização sem autorização do responsável. É totalmente livre a citação da URL do Portal (http//www.tecnologiadoconcreto.com.br) em sítios e páginas de terceiros.
© 2014 - Tecnologia do Concreto - Todos os direitos reservados.
Tendenza Tecnologia